Novo decreto amplia horário de funcionamento do comércio de rua e de shoppings

Foto: Divulgação / Governo do Estado

Nesta sexta-feira (9), o governador do Ceará, Camilo Santana, anunciou através de transmissão ao vivo pelas redes sociais, a atualização do decreto estadual com medidas de combate à Covid-19.

O novo decreto, com validade a partir da próxima segunda-feira (12) até o dia 25 de julho, amplia o horário de funcionamento do comércio de rua e dos shoppings. As lojas de rua abrirão das 9h às 19h e as de shopping das 10h às 22h com limitação de 50%. O toque de recolher continua a partir das 23 horas, para todos os dias.

Camilo disse que a ampliação procura evitar aglomerações no transporte coletivo, principalmente, na Grande Fortaleza. Ele acrescentou, ainda, que o decreto a ser publicado neste sábado (10) no Diário Oficial do Estado (DOE), terá outras mudanças, mas não detalhou quais.

Ainda segundo o governador, o cenário geral segue melhorando, mas ainda é preciso ter prudência, precaução e continuar se prevenindo até que toda população seja imunizada.

Números da pandemia

Presente na transmissão do governador, o secretário da Saúde do Estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, Dr. Cabeto, falou dos números da pandemia no Ceará e avaliou dados da primeira e a segunda onda. Cabeto também destacou os números estáveis em tendência de queda, e alertou sobre a necessidade de manter os cuidados, usando máscara, evitando aglomerações e mantendo o distanciamento social.

“Os números mostram que a taxa de positividade no Ceará está na casa de 21%, enquanto a taxa dos exames para detectar o Covid-19 em Fortaleza está em 10%. Além disso, temos uma queda na taxa de transmissão, que está abaixo de 1, com Fortaleza caindo de 0,89 para 0,87 e nas outras macrorregiões, quedas similares ou taxa se mantendo igual. Nos dados assistenciais das UPAs, foi reduzido o número de pacientes com síndrome gripal e a maioria dos atendimentos tem formas leves, o que significa ou efeito da vacinação ou infecção por outros vírus que não o coronavírus”, falou o secretário.

Kátia Alves
Kátia Alves
Jornalista formada pela UniFanor, atua desde 2006 na área da comunicação. Também tem formação em Letras pela UECE e MBA em Gerência de Marketing pela Unichristus. Tem experiência em produção de telejornal e assessoria de comunicação. É revisora e redatora em uma agência de marketing e redatora do MÍDIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS
error: Conteúdo protegido por Direitos Autorais.