Governador sanciona lei que garante pagamento da inscrição do Enem a estudantes da rede pública que tiveram isenção negada

Foto: Carlos Gibaja

O Governo do Ceará vai pagar a inscrição do Enem 2021 para estudantes e egressos da rede pública estadual de ensino que, por conta da pandemia da Covid-19, não prestaram a prova em 2020 e tiveram seus pedidos de isenção para este ano indeferidos pelo Governo Federal. A lei que garante o pagamento foi sancionada pelo governador Camilo Santana nesta terça-feira (6), durante o retorno do bate-papo semanal com a população por meio das redes sociais.

“Tentamos fazer um apelo ao Ministério da Educação para que garantisse a isenção não só no Ceará, mas no Brasil inteiro. Como não foi garantido, nós mandamos uma lei, imediatamente, para a Assembleia Legislativa do Ceará, garantindo o pagamento. O Estado vai pagar a taxa de inscrição dos alunos da rede pública estadual que foram prejudicados”, afirmou Camilo Santana ao sancionar a lei.

A medida deve beneficiar cerca de 4 mil estudantes, com o pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$85. Para ter acesso ao benefício, o estudante que teve o pedido negado deve realizar a inscrição online, até 14 de julho, e gerar o boleto para pagamento da taxa de inscrição. O boleto deve ser entregue à escola, que encaminhará para as regionais de educação. As regionais de educação enviarão o boleto à Secretaria da Educação do Ceará (Seduc), que providenciará o pagamento.

Foto: Ascom Casa Civil

Kátia Alves
Kátia Alves
Jornalista formada pela UniFanor, atua desde 2006 na área da comunicação. Também tem formação em Letras pela UECE e MBA em Gerência de Marketing pela Unichristus. Tem experiência em produção de telejornal e assessoria de comunicação. É revisora e redatora em uma agência de marketing e redatora do MÍDIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS
error: Conteúdo protegido por Direitos Autorais.