TRT determina 70% da frota de ônibus durante greve de motoristas e multa diária de R$ 30 mil

Foto: Divulgação/ Prefeitura de Fortaleza

Após a confirmação dos motoristas de ônibus a partir da meia-noite desta terça-feira, 8, em Fortaleza e Região Metropolitana, o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) entrou com uma ingressou com ação declaratória de abusividade de greve junto ao Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região.

O Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região determinou, nesta segunda-feira (7), um percentual mínimo de 70% da frota em funcionamento, sob pena de aplicação de pena pecuniária no valor de R$ 30.000,00 (trinta mil reais) por dia de recalcitrância.

O TRT determinou também que o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro/CE) se abstenha de realizar qualquer bloqueio nos terminais rodoviários, garagens, praças e locais de paradas dos veículos de transporte público, de impedir o acesso dos empregados das empresas que queiram trabalhar ao local de trabalho ou promover a interdição de vias públicas.

Em nota, o Sindiônibus informa que suas associadas disponibilizarão a totalidade da frota operante atual para atendimento dos passageiros nos sistemas de transporte coletivo de Fortaleza e sua região metropolitana.

O Sindicato das Empresas informa, ainda, que repudia qualquer ato que prejudique a circulação dos ônibus e impeça o deslocamento da população e reitera que está sempre aberto ao diálogo. A entidade acredita que todas as pautas devem ser tratadas sob negociação, sem prejuízo ao fornecimento do serviço de transporte.

Kátia Alves
Kátia Alves
Jornalista formada pela UniFanor, atua desde 2006 na área da comunicação. Também tem formação em Letras pela UECE e MBA em Gerência de Marketing pela Unichristus. Tem experiência em produção de telejornal e assessoria de comunicação. É revisora e redatora em uma agência de marketing e redatora do MÍDIA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS
error: Conteúdo protegido por Direitos Autorais.