Pazuello diz ao Senado que toda a população será vacinada em 2021

© Pedro França/Agência Senado


ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta quinta-feira (11) que toda a população brasileira será imunizada ainda neste ano contra a covid-19. “Vamos vacinar o país em 2021. 50% até junho, 50% até dezembro da população ‘vacinável’ (menores de 18 anos, por exemplo, não estão sendo vacinados). Esse é nosso desafio. É o que estamos buscando, vamos fazer”, disse Pazuello.

Segundo ele, o Butantan trabalha para fabricar de 8 milhões a 12 milhões de doses por mês. Já a Fiocruz poderá produzir até 20 milhões de doses, por mês, assim que a fundação começar a fabricar o Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA), a partir de julho. Antes disso, ainda no primeiro semestre, a Fiocruz deverá entregar 100 milhões de doses.

Na contramão

A versão mais recente do plano nacional de imunização, de 29 de janeiro, não aponta um prazo para a vacinação da população. A primeira edição, lançada em 16 de dezembro, afirmava que grupos prioritários seriam imunizados até metade do ano. O resto da população seria vacinada nos 12 meses seguintes, ou seja, até o meio de 2022.

Segundo o cálculo do microbiologista da Universidade de São Paulo Luiz Gustavo de Almeida, no ritmo em que a vacinação contra a covid-19 é conduzida no Brasil, o país levaria mais de quatro anos para ter toda a sua população imunizada. Atualmente, a média de imunizações diárias é de um quinto disso, 200 mil pessoas.

Thiago Bruno
Thiago Bruno
Profissional do Design onde atua como diretor de arte e criação na Agência Digital Plus, cursou diversas áreas da fotografia com especialidade em fotojornalismo. Possui anos de experiência na comunicação onde atua como produtor, repórter e editor desde 2008. No MÍDIA atua como chefe de reportagem em Fortaleza, supervisor, social media e editor do portal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS
error: Conteúdo protegido por Direitos Autorais.